Calvície tem Cura?

Solução para a calvície


Atualmente o paciente tem à disposição um conjunto relativamente vasto em comparação ao encontrado alguns anos atrás para o tratamento da calvície. Por conta disso, o indicado é primeiramente optar pela terapia. Depois, caso já existam áreas calvas, pode-se pensar na cirurgia de transplante capilar.

O paciente também poderá utilizar alguns medicamentos, já que existem remédios à base de finasterida, por exemplo, que inibem a queda de cabelo e a calvície, que virá no futuro.

Leia o artigo a seguir para saber mais sobre a Finasterida.

Implante capilar


Existem pessoas que foram submetidas a uma técnica de transplante capilar obsoleta e que produz resultados visuais bem desagradáveis. Embora esse método já devesse ter sido descartado, ele ainda continua sendo utilizado por alguns profissionais.

Considerando os avanços sobre a técnica usada, o maior deles se refere à área doadora. Hoje, os cirurgiões conseguem remover uma área mais extensa e, inclusive, essa região recebe uma cicatriz praticamente invisível. Assim, são executados pequenos furinhos que praticamente não deixam qualquer marca na pele. Além disso, os fios são plantados unitariamente, principalmente na borda frontal.

Uma das evoluções mais significativas compreendidas pelo novo método é a separação dos fios. Isso é extremamente importante, pois o cabelo nasce a partir de um fio isolado, além de dois, ou três fios geminados. Eventualmente, pode haver até quatro fios nessas condições, mas na população em geral o nascimento do cabelo parte da presença de um a três fios.

Para realizar essa separação dos fios são utilizados microscópios específicos, equipamentos que ainda não tinham grande disponibilidade durante o auge da aplicação da técnica anterior. Esses aparelhos possibilitam a desvinculação das unidades foliculares, razão pela qual a técnica atual é intitulada técnica folicular. Dessa forma, os cabelos podem ser transplantados da mesma forma como eles nascem no local de onde foram retirados.

Uma das vantagens proporcionadas pela cirurgia é que os cabelos removidos das partes laterais e posterior da cabeça não detém a genética da calvície, motivo pelo qual os cirurgiões podem utilizar esses fios para repor o volume de fios da área calva.

Desde que esses fios transplantados não sofram traumas durante o ato cirúrgico e que as mudas de cabelo sejam muito bem preparadas, elas são inseridos na região tratada, e três meses após a cirurgia, os fios começam a nascer. Como eles crescem cerca de 1 cm por mês, o resultado final da cirurgia aparece em torno de oito meses após o procedimento. Além disso, trata-se de cabelos definitivos, assim como os demais fios que permanecem na região lateral, imunes à calvície.

Assim, a cirurgia difere de outros métodos de tratamento, haja vista que as demais terapias estéticas são temporárias. Atualmente, o transplante de cabelo é o único tratamento estético definitivo.

solucao-calvicie

Para saber mais, visite: http://implantecapilar.club

Comentários